24º Livro do ano

"As joias de Manhattan", de Carmen Reid
Sendo curta e grossa: não gostei.
A história não encanta, o enredo é meio enrolado, demora para tornar-se um pouco interessante... O pior é que conforme vai caminhando, vai ficando mais inverossímil ainda, com atitudes sem explicação ou lógica.
A história trata da vida de três irmãs texanas que tentam a vida em Nova York. (ou seja, a versão estadunidense para os "caipiras" que vão para a "cidade" para tentar a sorte... quer clichê maior do que este?)Elas são completamente diferentes entre si, tanto em estilo como em metas para a vida. Com tudo isso, vão se meter em uma enrascada daquelas quando uma exposição das joias da duquesa de Windsor vem para a cidade. Uma delas, Em (lógico, as três tem nomes de joias, muito original: Amber, Sapphire e Emerald... Sobrenome Jewel, "joia", em inglês..Wow! Terrible!!!) tem uma tendência ao ilícito e, vendo todos os sonhos delas desmoronarem após sete meses na cidade grande (sete meses para a vida dar certo... pouco, não?), tem a brilhante ideia de... roubar as joias que serão expostas! Expostas na casa de leilão que a Sapphire trabalha...
Não vou falar muito, posso contar demais e de repente, você, nobre leitor, queira tirar suas próprias conclusões, mas creia: é uma história sem sal nem açúcar. Em certos momentos parece mal descrita as situações, mal explicadas, em outros a narrativa é confusa... Uma história apressada e sem liga. Terminei porque tenho opinião!
Agora, veja bem...comprei o livro porque achei a capa linda (acredite, este é um critério válido!!!) e quando você lê a orelha do livro, o enredo é bom, é interessante. O negócio é que a narrativa é pobre e pouco criativa. Eu espero mais de uma pessoa que consegue construir uma história e publicá-la, ainda mais por essa editora... Quer um romance de verdade engraçado e de verdade emocionante? Vá ler QUALQUER COISA  da Maryan Keyes. Este aqui é só uma cópia bem aquém de qualquer livro da Keyes. E estou sendo bacana, hein? 
Só vi gente elogiando em blog de leituras que tem parceria com a editora. Que feio! No mais, a melhor definição que achei foi "fraco".
Mas aí é com o leitor que queira arriscar. Afinal, tem gosto para tudo...
Quer comprar o meu???? 

Comentários

Postagens mais visitadas