5º livro do ano

"Farenheit 451", de Ray Bradbury
Imagine você viver em uma sociedade sem livros, uma sociedade em que se tenha concluído que os livros são dispensáveis, pouco ou nada ensinam e que, portanto, devem ser exterminados. E este pensamento passa a ser uma lei. Quem guarda livros em casa passa a ser visto como um criminoso. E os bombeiros agora queimam livros e as casas onde eles estavam... com seus donos. A "família" é apenas um bando projetado nas paredes, que nada dizem mas falam todo o tempo. O casamento é só um convívio vazio. A morte não é pranteada: queima-se o corpo e pronto, está terminado. Até o sono é somente um emaranhado de vozes e palavras que vão te levando para um estado de inconsciência.
Um livro de terror!
(Deus me livre viver sem livros, chega me dar um calafrio...)
Esta história é uma distopia, um clássico da literatura mundial e especificamente estadunidense. Conhecia a história e sei que já há o filme de François Truffaut, mas só me interessei mesmo em ler quando li a biografia de Stephen King e ele citou o autor como uma de suas leituras favoritas na adolescência.
A história é densa, mas muito interessante. Assustadora em alguns momentos, quando você analisa que o autor estava pensando muitos anos à frente de seu tempo ( o livro foi publicado pela primeira vez em 1953), mas que são coisas que ainda vemos como possíveis e reais nos dias de hoje. Um momento que me marcou muito foi quando o chefe dos bombeiros conversa com o protagonista Guy Montag e diz a ele que as pessoas foram deixando os livros de lado, que as pessoas já não gostavam mais de ler. Então foi simples exterminar os livros.
Tão o que vemos hoje em dia! Ler é muito mais do que apenas "passar" os olhos sobre as letras...
A falta de empatia entre as pessoas, a descarada manipulação da mídia , a facilidade que as pessoas tem em aceitar informações sem sentido, sejam elas uma guerra que tem inicio e termina logo após o lançamento da primeira bomba, seja a diversão vazia, seja uma comercial que se repete infinitamente até que as informações estejam tão coladas em sua mente que você já nem para pra pensar se estão ou não corretas...Nossa, assustador, não é? Principalmente quando a gente consegue encontrar tantos pontos em comum com o que vivemos hoje...
Ao lado de "1984" de George Orwell e "Admirável Mundo Novo" de Aldous Huxley , "Farenheit 451" é, sem dúvida, um clássico que deve ser lido e que nos leva a refletir sobre o nosso mundo e o que estamos fazendo com ele. E conosco, por tabela...

Comentários

Postagens mais visitadas