18º LIVRO DO ANO

"Descanse em paz, meu amor", de Pedro Bandeira
Mais um "livrinho de um dia"... 
Depois de ter lido a meta de páginas do excelente suspense policial (romance policial? Acho que cai melhor...) que estou lendo, aproveitei a tarde friiiiiia  e chuvosa de hoje e resolvi ler este Ya-lit (termo novo que aprendi então tinha que usar...rsrsrs "Young-adult" ou "Jovem -adulto", termo para s livros que antigamente chamávamos de infanto-juvenis). É um livro curtinho, o físico tem quase 100 páginas por conta das ilustrações - a versão pdf tem pouco mais de 40, por isso "livro de um dia". Li em uma tarde no meu aconchegante e quente sofazinho...
Para quem tem uma longa estrada em literatura de horror, é fácil decifrar a charada do enredo, mas mesmo assim nada se perde: é uma leitura divertida, com a marca de escrita do Pedro Bandeira que dá ritmo à história, tornando-a interessante, com personagens e situações nas quais os adolescentes conseguirão se identificar. 
Quem tem mais de trinta anos e curte horror vai logo se lembrar de  programas de TV como " Contos da Cripta" ou "Além da Imaginação". O livro conta a história de sete amigos que resolvem, num mês de férias, alugar uma casa para fazerem escaladas e explorações locais. Porém, a casa é muuito velha, decrépita mas parece ter abrigado uma família aristocrata, já que tem até um cemitério ao lado (tão ricos que não poderiam se misturar aos pobres nem após a morte, como bem observa um dos personagens). Porém, os planos da galera mudam quando começa uma chuva que dura dias, minando os planos de aproveitar a natureza do local e a ponte que faz um atalho com a cidade mais próxima cai devido a tempestade. Assim, eles se veem praticamente ilhados, com a energia elétrica sempre faltando e sem alternativas de diversão além de sentarem na sala e começarem a contar histórias de terror... Entre todos eles, Alexandre - o mais brincalhão - é o cara que não acredita em nada, tira sarro o tempo todo e questiona cada história.
Mesmo assim, cada um deles vai contando um "causo", uma daquelas histórias que todo mundo conhece porque aconteceu com o amigo do primo da cunhada da avó do vizinho que morava na rua de cima, sabe como é? No nosso folclore é muito comum esse tipo de história e Pedro Bandeira adapta algumas delas para compor este livro muito bom!
Nesse clima de medo e suspense é que, observando alguns detalhes, o leitor vai desenhando o final que pode surpreender os mais incautos.
Para jovens-adultos, leitura interessante, para adultos, leitura divertida!
Aproveitem!


P.S.: se você que por algum acaso veio parar aqui e curte ouvir histórias do tipo "causos", indico este canal do Youtube aqui. Eu sempre gostei de ouvir este tipo de história e me encontrei nos Relatos da Ana, sempre baseados em "fatos quase reais". Lógico que tem muito mais coisas, aproveita e dá uma olhadinha lá que o casal é muito bom! 

Comentários

Postagens mais visitadas