35º Livro do ano

"EU SOU A LENDA", RICHARD MATHESON


Eu não conhecia a história do livro, mas o filme homônimo estrelado por Will Smith em seus dias de (maior) glória eu vi e revi e está entre os meus favoritos, sem dúvida. Principalmente por unir coisas que assombram o ser humano na maior profundeza de seu ser: uma praga incontrolável, uma ameaça quase sobrenatural de tão fisicamente assustadora e a mais completa solidão. No filme, Robert Neville, cientista do Exército,  se vê  em Nova York, tendo por companhia apenas sua cadela de estimação e os ameaçadores monstros nos quais se tornaram os (antes) humanos.

No livro a história é um tanto diferente, mas nem por isso é pior ou melhor. Na verdade, ambas  tem suas vantagens e, por serem escritas em diferentes épocas e adaptadas para diferentes mídias, obviamente necessitaram de modificações. (Viu, Steve, aprenda isso e faça as pazes com seu amiguinho Stanley... #entendedoresentenderão)

Vamos ao livro.

Robert Neville é um estadunidense comum, vivendo em Nova Iorque no ano de 1976. Ele está sozinho. Absolutamente sozinho. Um estranho vírus varreu aquilo que conhecíamos como humanidade do planeta. Atualmente, ele é o único humano vivo que ele tem conhecimento.

O pior é que o tal vírus (que descobriremos ser na verdade uma bactéria, informo em consideração aos puristas...) transforma os infectados numa espécie de vampiro: dormem durante o dia, evitam o sol e são ativos à noite, quando saem em busca de alimento - sangue/carne humana. Ou seja, a vizinhança de Neville agora o espreita, esperando o momento ideal de atacá-lo. Seus amigos agora pretendem jantá-lo. 

Os "vampiros" do livro também são diferentes: são racionais, conseguem falar apesar de não conversarem entre si. Ficam vagando à espreita durante a noite. Usam artifícios, como as "vampiras", que provocam Neville insinuando-se quando estão sendo observadas (e isso representa uma grande tentação para Robert, vejam vocês...) ou como um amigo de carona que chma Neville pelo nome várias vezes durante a noite. Imagina o psicológico do nosso Neville, cidadão comum do mundo. Como manter-se são num ambiente caótico como esse?

Como se vê, o  livro tem a construção de sua história  diferente do filme. Aqui, acompanhamos a gradual adaptação de Neville ao novo mundo: como ele estabelece sua rotina, como ele pode se proteger (armas que são eficazes e como reforçar sua casa para impedir uma invasão) dos supostos "vampiros", como ele se alimenta e assim por diante. Também vemos que este Neville aqui é um tanto mais perturbado do que o Neville do filme: ele luta para manter-se são, mas recorre a bebida para enfrentar sua depressão, após ver o caos se instalar, e também para suportar o peso sufocante da solidão. Robert (este homem loiro e de cabelos lisos) vai aos poucos tentando compreender o que aconteceu consultando livros na biblioteca (ele não é cientista) e vai , de uma maneira muito criativa, desconstruindo o mito do vampiro, observando à luz da ciência questões como o uso de estacas para matá-los, o alho e a cruz para afugentá-los. E cabe dizer, muito bacana a maneira encontrada pelo autor para explicar o que funciona e o que de fato era só superstição.


Não posso contar muitos detalhes pois correria o risco de contar o livro inteiro, que não é longo, mas mantem uma narrativa muito interessante e o autor consegue manter aceso o interesse do leitor pela história. A edição da Aleph também ajudou muito: capa dura e de bom gosto, o interior também está lindo, combinando com o clima da história.  Muitos elementos daqui foram aproveitados no já referido filme, mas de uma forma diferente, que, no entanto, não compromete em nada o desenvolvimento do enredo. Como eu já disse, não que seja pior ou melhor. 

Particularmente eu gostei muito do final do livro, bem diferente do final do filme, mas tão simbólico quanto.


É uma história de ficção com aventura muito bem escrita por Richard Matheson, também autor de "Em algum lugar do passado" e "Amor além da vida", entre outros. 

Leitura muito boa que vale muito a pena! 


Comentários

Postagens mais visitadas