MELHORES LEITURAS DO ANO!

Olá, pessoas que leem!

Ano acabando, pessoas fazendo balanço do ano, o que foi bom e o que foi ruim... E eis que essa que vos fala fez uma breve avaliação das leituras.

Eu tenho o blog desde 2013. O nome, "Cem livros", vem do desejo de ler pelo menos cem livros em um ano. Confesso que poderia ter me empenhado mais, pois nunca havia chegado perto de 100... aliás, nem de 50... Até esse ano.

Acho que no próximo ano eu consigo atingir essa meta. Conheci os canais literários (especialmente os canais Tiny little things, Geek Freak, Livraria em casa e Maremoto - estes dois últimos são também muito divertidos!), um monte de booktubers com indicações incríveis (exceto com indicação de parcerias ou publieditoriais sem aviso, sabe como é? Afff...) Tem hora que todos recebem os mesmos livros e fazem um monte de recomendações - nem sempre confiáveis - que você fica com a impressão que está assistindo sempre o mesmo canal. Lógico que você, querido leitor, tem que ter seu botãozinho de discernimento sempre ligadinho, porque né? Analise comigo: tem um determinado canal que todos os livros - TODOS OS LIVROS - que a criatura lê são maravilhosos. Aí eu fico pensando: é a pessoa mais sortuda do mundo, só lê livro bom! Que coisa, não? E muitos são livros cortesia/parceria... Acho muita coincidência a pessoa ter uma sorte nesse nível...

Mas, enfim, vamos pra frente que atrás vem gente.

Esse ano eu li (até hoje, 28/12) 46 livros completos, de capa a capa. Encerro o ano com três leituras em andamento: "Harry Potter e o cálice de fogo", "O oceano no fim do caminho" e "Guerra e Paz". 

Adendo sobre "Guerra e Paz": Desafio. A história é gigante e já li mais de cem páginas e nada engrena... Deve ser uma vergonha uma pessoa que se declara apaixonada por livros falar isso abertamente, afinal é um clássico. Olha, mas vou te contar. Tá osso. Mas volto a isso oportunamente.

MAS...

Vamos aos cinco livros que mais me deixaram apaixonada por história, personagem, autor...



1º LUGAR : " O sol é para todos", da Harper Lee.
Um dos melhores livros da vida, não só desse ano. Tem emoção, tem verdade na escrita. Tem uma história do início dos anos 1930 mas que nunca esteve tão atual. Fala de ingenuidade, de valores, de exemplos, de injustiça... Um livro espetacular, para ser lido e relido. Scout para sempre no meu coração, mais ainda Atticus Flint, um personagem que fez o que precisava ser feito, apesar de tudo. E de todos.

2º LUGAR: "A dança da morte", de Stephen King
Uma história fantástica sobre um mundo pós-apocalíptico com todos os dramas que você pode imaginar, mas com um detalhe que faz toda a diferença: não há só gente ruim contra gente boa, como pode parecer comum. Há sim o detalhe do sobrenatural - é um livro do KING, pelamordedeus! Mas há uma jornada sendo narrada e as pessoas envolvidas nela são pessoas - boas e ruins - e isso vai fazer a diferença nesse livro. Há mocinhos e bandidos, mas há aqueles que pensamos que eram mocinhos e por algum interesse podem não ser ou bandidos nem tão bandidos assim... Ou seja, surpreende. É um calhamaço, mas uma delícia de leitura.

3º LUGAR: "O exorcista", William Peter Blatty
Quem disse que livro de terror tem que ser mal escrito? Esse livro é um espetáculo, muito mais assustador do que o filme, com diálogos fantásticos. Uma leitura deliciosa. A história conhecida é do demônio que se apossa de Regan, uma menina que aparentemente não tem nada de especial (aliás, era isso que me apavorava quando eu era pequena: por que ela? Poderia ser eu? ) No livro você fica sempre com aquela impressão: é mesmo um demônio ou essa família é toda perturbada? É uma criança querendo chamar a atenção da mãe sempre ocupada? Literatura de primeira qualidade!


4º LUGAR: "Sobre a escrita", Stephen King
Sou apaixonada pela escrita de King, isso não é segredo. Este livro é quase uma autobiografia, mas voltada mais para o nascimento do escritor/autor King. É muito interessante vê-lo contar como foram seus primeiros textos, as recusas, a luta contra o vício (ou oS vícioS, já que estamos falando de um virginiano...)no momento de escrever, como lidar com a dor na recuperação do acidente que quase o matou em 1999... É de uma delicadeza você observar o mestre voltar-se ao discípulo e dizer: eu fiz assim, talvez funcione com você. Livro maravilhoso!


5º LUGAR: "Garota Exemplar", Gillian Flynn
Uma surpresa, sem dúvida. Comecei a ler muito despretensiosamente, mas fui engolida pela história, muito bem escrita e desenvolvida pela autora, que deixa você em dúvida, surpresa, com raiva... Uma coisa fantástica de se acompanhar acontecendo ali, debaixo de seus olhos. Outra leitura que valeu cada linha, cada letra. Incrível!



Só cinco livros para destacar, mas com certeza ficam as menções honrosas para "Eu sou a lenda", Richard Matheson, com uma edição linda e uma história incrível, "O vilarejo", de Raphael Montes, autor brasileiro que me deixou encantada com a escrita desse livro, "Doze contos peregrinos", de Gabriel Garcia Marquez, uma leitura leve e gostosa e "Na pior em Paris e Londres" do maravilhoso George Orwell.

E que venha 2016 porque a pilha de livros por ler está enorme: tem mais de 20 aqui em casa e uma lista com mais de 100 na Amazon... rsrs e tem o Kindle, que apenas me deixa com uma biblioteca enorme à disposição... Ou seja, ler pra caramba!

Que bom!!!

Se chegou até aqui, valeu! Obrigada pela vista e volte sempre!

TchaU!

"A dança da morte" não sabe brincar, só ele quer ter páginas...rsrs

Comentários

Postagens mais visitadas