14º LIVRO DO ANO #mulheresparaler

"A GAROTA NO TREM", PAULA HAWKINS



    O exemplar físico...


                                                      ...li no meu querido Kindle <3

Vejam só como são as coisas: vi algumas resenhas negativas sobre esse livro, acabei desanimando há um tempo atrás de tentar lê-lo. Mas com a insistência das livrarias em anunciá-lo, ele continuou a me chamar a atenção e resolvi lê-lo. E olha que surpresa boa! Gostei!

Eu gosto muito de romance policial, é sem dúvida um dos gêneros que mais li até hoje. E fazia tempo que não lia nada. Talvez por isso eu tenha gostado, porque veja se você entende meu ponto de vista: é um pouco mais conveniente e cômodo você ler sempre a mesma coisa, o mesmo gênero. Você gosta, entende fácil e acaba sendo uma leitura leve e prazerosa. Algo ruim nisso? De forma nenhuma! A gente tem que ler o que gosta, mas é óbvio acaba se acomodando, seja lá qual for o gênero. Por isso resolvi dar uma "sacudida" no meu gosto literário e comecei a diversificar o que leio, incluindo várias indicações de Booktubers, lendo vários blogs e chegando a surpresas deliciosas... #ficaadica Talvez por isso eu tenha gostado mais dessa história, pelo tempo que fiquei sem ler seguidamente o mesmo gênero literário.

Vamos aos fatos literários!

Pois bem, começamos a história com Rachel. Ela está dentro de um trem indo para o trabalho e, no devaneio de observar todos os dias a paisagem pela janela, ela vai montando uma história em sua cabeça sobre um casal que ela vê todos os dias em uma das casas próximas da linha férrea. Até aí, tudo bem. Quem nunca ficou observando a paisagem pela janela do ônibus, vendo o mesmo caminho todos os dias e até se habituando a algumas pessoas que talvez a gente nunca saberá o nome...? 

Imagem retirada da internet - Fonte: site http://humordido.net/index.php/category/uncategorized/page/2/

É uma forma de criar uma empatia com a Rachel, mas conforme vamos lendo percebe-se que ela não somente uma observadora em devaneio. Pra começar, Rachel nem emprego tem. E conhece pelo menos uma das pessoas que observa pela janela do trem todos os dias...Enfim, a autora vai nos apresentando as personagens em capítulos, cada momento ou dia será narrado em um capítulo com o nome da personagem que mostrará seu ponto de vista conforme os desdobramentos da narrativa. E assim, descobrimos que Rachel, a protagonista está passando por uma situação terrível, insalubre, depressiva.... morando num quarto alugado na casa de uma amiga e tentando se recuperar de um divórcio que ela não aceitou bem, Rachel mente para sua amiga Cathy ao dizer que vai trabalhar todos os dias. Anna, outra personagem,  é a atual esposa do ex-marido de Rachel, Tom. Eles tem uma bebê e são o retrato da família feliz. E Megan, que mora na mesma rua do casal com seu marido Scott e acaba sendo babá da filha de Anna e Tom por algum tempo....  Rachel, desde pouco antes de seu divórcio, tem problemas sérios com a bebida. As casas de Anna e Megan ficam próximos à linha do trem, por isso Rachel pode observá-las. E Tom levou Anna para morar na casa que ele vivia com Rachel quando se casaram. Parece confuso, mas não é. É um novelo que vai se desfazendo para que você consiga entender o que vai acontecer mais adiante. E nada é tão simples e óbvio quanto parece...

Um acontecimento com uma delas colocará em cheque algumas crenças de Rachel e ela se envolve em mais um problema sério em sua vida, a despeito de todos os outros problemas sérios que ela já tem. Em certo ponto você começa a questionar se Rachel sabe o que está fazendo ou se já ultrapassou o limite da sanidade, se já se consumiu de autopiedade... E esse tal acontecimento vai ligar a vida destas três mulheres e marcá-las para sempre.

Livro muito bem escrito, com a trama bem exposta para o leitor. Eu me senti muito instigada a tentar descobrir o que estava acontecendo, pois são muitas desconfianças que vão sendo levantadas conforme vamos lendo e muitos acontecimentos deixam pistas que você tenta encaixar, bem típico de uma trama policial bem escrita. Minha leitura foi rápida, queria logo desvendar o que estava acontecendo. E gostei do desenlace, achei que foi bem feito.

Leitura boa, leve e interessante. Estimula seu lado Sherlock! ;-)

BOA LEITURA!

Comentários

Postagens mais visitadas