22º LIVRO DO ANO

"ANEXOS", RAINBOW ROWELL



Primeiro livro publicado (em 2011) por Rainbow Rowell (de quem eu havia lido apenas Eleanor & Park),  "Anexos" pode ser classificado com vários diminutivos, mas nenhum deles visa diminuir a obra, de verdade. É o típico livro fofo, com personagens que são dignos de muito amorzinho e uma história leve, que você sabe para onde caminhará mas mesmo assim é gostosa de acompanhar. 

Escolhi essa leitura porque estava muito mal. Sério, emocionalmente falando minha penúltima leitura ("O acerto de contas de uma mãe") mexeu muito comigo. Eu queria algo realmente leve, realmente para apenas me distrair um pouco. Melhor escolha.💖

A história se passa em uma redação de jornal. Lincoln, um jovem de 28 anos, está passando por um momento meio estagnado de sua vida. Voltou a morar com a mãe, está sem namorada e sem muitas opções depois de terminar a faculdade (e de ter perdido a namorada pela qual era loucamente apaixonado e de uma maneira bem "inesquecível" por assim dizer.) Ele aceita um emprego no jornal The Courier, cuja redação está passando por algumas alterações com a proximidade do chamado "bug" do milênio ( estamos em 1999, só para te atualizar).  Passa a ser o administrador de segurança de internet do jornal - na verdade, ele lê os e-mails dos outros funcionários e está encarregado de disparar alertas caso algum deles utilize inadequadamente a ferramenta de contato, como mensagens muito longas ou insistentes e filtro para algumas palavras - termos racistas ou ofensivos. E, nessa função que se estende até a uma da manhã todos os dias, o insatisfeito Lincoln começa a ler os e-mails trocados por duas mulheres que lá trabalham, Beth e Jennifer. Elas sabem que alguém monitora seus emails, mas parecem não se importar com isso, já que suas conversas são pessoais e sem nada de muito interessante - para elas.

Através da leitura, Lincoln passa a conhecê-las - ou imagina que as conhece. Vê seu dramas, suas brincadeiras, seus modos de levar a vida... E começa a se interessar muito por uma delas. A partir daí, vamos acompanhando o desenrolar do problema que ele terá de encarar se realmente quiser se aproximar da moça em questão. Afinal, vai chegar até ela e dizer o quê? "Oi, li seus emails e tenho interesse..."

O livro, como eu disse, é um romance jovem adulto sobre relacionamentos e pessoas, não há nenhuma grande discussão sobre a s filosofias humanas ou o segredo da felicidade... É para ler e se divertir em alguns momentos, se emocionar em outros. Personagens facilmente compreensíveis, problemas cotidianos... Simples assim.

Lógico, nos dias atuais (lembre-se, o livro foi escrito há seis anos atrás e muita coisa mudou especialmente quanto ao uso da internet e do papel da mulher na sociedade) podemos discutir sobre a situação toda, apesar de que tenho quase certeza  que a autora não quis alimentar nenhum "stalker" nem diminuir nenhum gênero... Foi uma boa distração e eu estava precisando. Ponto. 

Para quem curte o gênero, fica aí uma boa dica de livro. Fluido e rápido.

BOA LEITURA!!📚


Comentários

Postagens mais visitadas